Contacto telefónico - 214 180 922


Imagem Oclusão
Titulo Oclusão

É a área da Medicina Dentária que estuda a forma como os dentes se relacionam entre si bem como dos problemas funcionais das estruturas articulares e dentárias.

1. O que é o Bruxismo?
É um hábito parafuncional que leva o paciente a ranger os dentes de forma rítmica durante o sono (nocturno) ou, menos prejudicialmente, durante o dia (diurno).

Pode causar desgastes nos dentes e agir como um dos factores causais das dores de cabeça e distúrbios da articulação temporomandibular.

Ranger os dentes à noite e apertá-los durante o dia formam um problema progressivo que o paciente frequentemente não nota e só é apercebido se prestar atenção na própria tensão muscular ou se o rangido noturno for escutado por outra pessoa.

2. Qual a percentagem da população afectada?
Os estudos indicam que cerca de 15 a 90% da população já teve episódios de bruxismo. Trata-se de uma patologia muito associada ao stress, pelo que uma grande parte da população é afectada, no entanto, apenas 5 a 20% têm consciência da
parafunção.

3. Acontece só em adultos ou também nas crianças?
É observado em pacientes de todas as idades estando relacionado com elevado nível de stress. Em crianças é normal o ranger dos dentes dentro de padrões que vão ser essenciais à sua normal exfoliação e também para o seu posicionamento nos maxilares. Em pacientes adultos deverá ser visto como uma patologia, para se actuar o quanto antes.

4. Quais os sinais e sintomas?
Por norma o bruxismo é diagnosticado numa fase tardia, já que é um hábito inconsciente. Geralmente o próprio paciente apercebe-se que os seus dentes estão a ficar mais curtos, ou alguém constata o ranger dos dentes. Os pacientes apresentam dores muscularres ou dores de cabeça do tipo enxaqueca,
resultantes da tensão existente.

5. Qual a causa do bruxismo?
A evidência científica aponta para um problema de causa central, ou seja, do Sistema Nervoso Central onde a componente do stress e ansiedade têm um papel preponderante, descarregando todo o seu potencial de força nos músculos da mastigação.

6. Qual o tratamento do Bruxismo?
Actualmente a confecção de aparelhos de protecção podem evitar o desgaste do esmalte, o que contribui para a longevidade dos dentes. É também importante a educação dos músculos da mastigação, para que não exerçam movimentos não funcionais.

Para mais informações, marque uma consulta de diagnóstico com um dos nossos especialistas.